quinta-feira, 24 de junho de 2010

Falta de Tempo

Falta de tempo!
Falta de espaço!
Este passatempo
Que nunca passo.

Falta tempo ao tempo.
Falta tempo ao espaço.
Maldito contratempo
Que se torna cansaço.

Tanto para fazer.
Tanto para gritar…
Tento esquecer
Olhando as horas passar.

Avançar no horizonte.
Avançar até à paz.
Infinita ponte
Que me faz não ser capaz.

Aprender a dizer não.
Aprender a dizer sim.
Esquecer o não sei, senão
Não sei assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário